sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Viagem do Scooby-Doo



Agora o nosso valente Scooby-Doo partiu mesmo. Estava cansado e muito doente. Nem mesmo o inventor do amor, conseguiu desinventar tudo o que sentimos por ele. Viveu até o último dia do mês de outubro de 2013. Somos muito gratos pelos momentos de extrema alegria que ele nos proporcionou. Foi amigo de todos. Gostava do Dudu, do Titi, de toda gente. Do Banzé e do Pastor. Do passarinho verde e das rolinhas. Do sabiá, dos sanhaços e dos bem-te-vis. Nos últimos tempos sentia saudades dos passeios que dava nos arredores. Ficava olhando a distância e abraçando a impossibilidade.
Vá com Deus, valente amigo!!! Se encontrares com o Bob, leve um abraço carinhoso. Vocês estarão sempre em nossa convivência, vivos, todos os dias em que nos mantivermos nesta vida.
Sabem aquela dor aguda que vocês sentiram calados, para não nos fazer sofrer. Dói demais, amigos de pelos. Agora sabemos! Vocês foram muito especiais!!! Valeu!!! 
 





Um comentário:

  1. Geraldo Ferreira de Lima22 de novembro de 2013 16:39

    A centésima obra ganhou fundo branco sem que houvesse intenção do editor. Talvez por ser um canto de despedida o acaso tenha contribuído para isso. Bandeira branca na despedida do nosso amigo Scooby-Doo. Se os condutores do destino assim quiseram, que a centésima obra seja no fundo diferente mesmo. Paz ao nossos amigos Scooby-Doo e Bob.

    ResponderExcluir