sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Filipe com I e Luz

Filipe chegou com “i” para inovar o nascimento.
Com a inspiração dos anjos, para irmanar os separados.
Para irradiar energia à avó, a irreparável força da vida.
Fez sorrir sem fazer graça e chorar sem distribuir dor.

Tem no olhar a magia dos animais
que nos dizem todas as coisas
ditas sem voz e palavras.

Pequeno gigante
que aporta no porto da vida.
Tem o seguro de pai e mãe
e a garantia de avós.
A garatuja de iguais.
A promessa de cirandas.
A certeza da mira dos gudes.

Meu pequeno Filipe com “i”.
Invasor de nossos sonhos.
Intercessor de nossos caminhos.
Príncipe de todos os reinos.
Depositário de todas as nossas esperanças.

Vaga uma lenda
que no farol de sua estrada
as luzes não vão se apagar.
E as estrelas, todas elas,
serão para sempre suas.
São guizos para te fazer cantar.

No mundo podes escolher
tudo que lhe convir.
Religião, clube, profissão e mulher.
Mas pese bem cada escolha,
Pra não errar de Deus, não virar casaca,
não operar pelo capital e pensar que exista
alguma mulher diferente.

Meu pequeno Filipe valente.
Que ousou brotar nesta vida.
Seja bem vindo menino redentor.
Traga pra gente a sua alegria.
Receba de terno, todo o nosso amor.

5 comentários:

  1. Lindo, que o Filipe seja muito feliz, cheio de saúde e paz.

    ResponderExcluir
  2. Geraldo Amigo,
    Você é um grande pintor das palavras.
    Lendo-o me sinto um aprendiz, o que me dá muito orgulho.

    Abraços,
    Guará Matos

    ResponderExcluir
  3. Sou amigo do seu sobrinho Rodolfo, ele me mandou o link de seu blog,gostei muito das suas frases, que ao final formam um texto bem profundo e ao mesmo tempo particular. Parabéns !

    ResponderExcluir
  4. Vaga uma lenda
    que no farol de sua estrada
    as luzes não vão se apagar.
    E as estrelas, todas elas,
    serão para sempre suas.
    São guizos para te fazer cantar.

    Difícil escolher o que é mais belo, mas este verso é maravilhoso!
    vida longa às suas mãos de poeta!

    ResponderExcluir